http://igbavitoria.blogspot.com.br/

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

ESTUDO BÍBLICO

SERVI  AO SENHOR COM ALEGRIA
Texto Bíblico: Salmo 100
Exorta-se toda criatura a celebrar ao Senhor
Salmo de louvor
1 Celebrai com júbilo ao Senhor, todos os habitantes da terra.
2 Servi ao Senhor com alegria, e apresentai-vos a ele com cântico.
3 Sabei que o Senhor é Deus! Foi Ele quem nos fez, e somos dele; somos o seu povo e ovelhas do seu pasto.
4 Entrai pelas suas portas com ação de graças, e em seus átrios com louvor; dai-lhe graças e bendizei o seu nome.
5 Porque o Senhor é bom; a sua benignidade dura para sempre, e a sua fidelidade de geração em geração. IBB
INTRODUÇÃO
O texto é um convite universal, para que todos os povos reúnam-se para louvar, adorar e servir ao Senhor com alegria.
É uma convocação especialmente aos crentes para virem para o culto no Templo, esperando não somente receber, mas dispostos a ofertar ao Senhor com generosidade e alegria.
Analistas da Bíblia dizem que, este salmo é um hino que os judeus cantavam no culto em momentos de gratidão e dedicação de ofertas a Deus.
Este salmo é um sumário conciso do Credo Judaico, enfatizando as credenciais de Deus, aqui descritas em alguns dos seus atributos:
  • Ele é o Senhor! (1,2,3,5)
  • Ele é o Criador! Ele nos criou! (3)
  • Ele é bom! (5)
  • Ele é benigno! (5)
  • Ele é fiel! (5)
  • Ele é eterno em todos os seus atributos. (5)

Esse foi o credo que, ajudou Israel nos momentos turbulentos da nação e do seu povo.
O texto ensina que, o crente deve  celebrar a Deus, servindo-O:
1. PORQUE ELE É  O NOSSO DEUS CRIADOR. (3)
Neste salmo canta-se com júbilo o poder criador do Senhor, e nós somos parte dela. (100.1-3)
Sabei que o Senhor é Deus. O poder pertence a Deus. Foi com o Seu  poder que Ele Criou todas as coisas.
Com júbilo, alegria e  cânticos Deus deve ser glorificado por suas obras criativas (1-2).
Por ser Deus  o nosso Criador, somos de Dele.  (3)
Devemos servi-Lo com alegria, como reconhecimento de que Ele é o Senhor Criador.
Para crer em Deus e não nas superstições, ser esperançosos e calmos  na tribulação, persistentes na oração, não afadigados e desmotivados  nos esforços, firmes diante das tentações, é necessário reconhecer que Ele é o Senhor. (3)
O fato de nos ter criado, deve fazer de nós criaturas submissas a Ele, humildes e gratas.
Devemos  louvar  e servir ao Deus Criador, por causa de todos os Seus benefícios, entre eles nos ter dado vida. (ver Sal. 103.2).
O que identifica o Senhor como o nosso verdadeiro Deus, é que foi ele que lá no Gênesis nos criou, e depois do pecado recriou-nos, tornando-nos povo seu (3).
É um dos motivos para a Bíblia ordenar: “Servi ao Senhor com alegria!”
2. PORQUE SOMOS DELE. (3)
Homens de todos os tempos tem procurado realizarem-se sem Deus, mas chega o momento em que descobrem que não há realizações sem Deus.
O salmista usa duas expressões, para dizer, porque os servos de Deus dependem dele para realizarem-se:
2.1. Porque são o Seu Povo. (3)
Nascemos como qualquer ser humano, mas nos distinguimos pelo nascer para a família de Deus pela fé. João 1:12
Amamos a sociedade formada pelo povo de Deus.
Olhamos para o SENHOR como todo o seu povo o faz.
Como povo de Deus somos separados do mundo e vivemos para Ele.
Vivenciamos todas as experiências vividas  pelo povo de Deus em todas as nações,  épocas,  gerações, e circunstâncias.
Somos operários a serviço do povo de Deus.
São privilégios que só tem o povo de Deus.
2.2. Porque são o Seu Rebanho. (3)
Isso significa que, somos um povo que dependemos exclusivamente de  Deus.
Cremos que, Ele cuida de nós, protege-nos e alimenta-nos, e em contrapartida o nosso prazer é viver ao lado dele e para Ele.
Ovelhas são animais humildes, fáceis de liderar e, também,  de destruir.
Somos as ovelhas do pastoreio divino, dependemos inteiramente do Pastor para cada necessidade, e esse fato provavelmente inspirou os autores sagrados a empregar as figuras  do pastor e do rebanho. O pastor é Deus, e nós somos o rebanho.
Por isso o autor ordena, “servi ao Senhor com alegria!”
3. PORQUE ELE É BOM E ETERNAMENTE AMÁVEL (5)
Como disse o comentarista, são dois atributos de Deus que, formam uma corrente inexaurível, vinda de uma Fonte que nunca cessa de fluir.
Deus sempre revelou-se inteiramente bom e amável.  O Seu amor sempre foi a fonte de todos os Seus atos.
Na verdade, o salmista está  mostrando, quão diferente Deus é dos ídolos que, representam os deuses imaginados e fabricados  pelos idólatras, usando madeira, pedra sabão, gesso, etc.
O poder de Deus pelo qual Ele opera, é alicerçado em Seu amor, que é garantido pela Sua fidelidade. É por isso que temos todas as razõers para crermos nEle.
Fora da Bíblia não há Deus igual em poder, fidelidade e amor.
Somente o Deus da Bíblia é amor e ensina o amor aos seus seguidores.
Por isso o autor ordena, “servi ao Senhor com alegria!”
4. PORQUE A SUA FIDELIDADE ACOMPANHA TODAS AS GERAÇÕES. (5) KJA
Algumas versões bíblicas traduzem verdade no lugar de  fidelidade.
A raiz desta palavra em hebraico significa “estar estabelecido”, “estar confirmado”.
Da mesma raiz origina-se a palavra amém, que significa “com certeza!”, “de fato!”, “assim seja!”
Juntando todo o contexto, o autor está dizendo que, o amor fiel de Deus é alicerçado em sua verdade.
Os exegetas conhecedores da história do povo de Deus, dizem  que, este cântico era cantado quando os adoradores  estavam chegando e se aproximando do Templo com suas ofertas de gratidão, em culto  muito alegre, visto que sempre celebrava os feitos de YHWH em favor dos homens.
Cada vez que Israel reunia-se em culto, era para celebrar vitórias. Por isso era um culto alegre.
A religião do verdadeiro Deus sempre pretendeu, remover a miséria humana, e tornar feliz o povo de Deus.
Dois são os motivos para o crente muitas vezes  sentir-se infeliz:
  1. Porque não compreende a fé cristã!
  2. Porque não está fazendo  o uso apropriado da fé cristã.

CONCLUSÃO
Um exegeta comentando este salmo, diz que a letra deste salmo tem sido cantada pelos servos de Deus em todo o mundo e por todas as gerações.
O que ele não disse, é que não é correto um crente infiel cantar essa letra, porque nos tempos em que foi escrito, este salmo era cantado, trazendo dízimos e ofertas, celebrando as muitas bênçãos de Deus.
O louvor reconhece Deus como Criador, Senhor,  Bondoso, Eterno,   Misericordioso, Verdadeiro, Fiel!
A obrigação de celebrar a Deus, servindo-O, é universal — “todos os moradores da terra” (1)
O verdadeiro culto a Deus é  realizado com alegria.
Tudo o que o crente faz para Deus deve ser em espírito de  culto, e deve ser com alegria.
A igreja nunca deve ficar aborrecida com os crentes infiéis, por não servirem a Deus com os seus dízimos,  ofertas, e  outras atividades atinentes a ela. Cada um dará contas de si mesmo a Deus.
O servo de Deus fiel tem alegria em prestar culto a Deus com os seus bens, e com as suas vidas.
Dentro deste contexto Paulo disse: “Porque Deus ama ao que dá com alegria!” II Cor. 9:7
APELO
Deus não é um  déspota que force seu povo a servi-lo.
Como Ele age conosco, Ele espera nosso serviço de amor como resposta agradecida à Sua graça.

José das Graças Silva Oliveira



Um comentário:

  1. Ao passar pela net encontrei seu blog, estive a ver e ler alguma postagens
    é um bom blog, daqueles que gostamos de visitar, e ficar mais um pouco.
    Tenho um blog, Peregrino E servo, se desejar fazer uma visita.
    Ficarei radiante se desejar fazer parte dos meus amigos virtuais, saiba que sempre retribuo seguido também o seu blog. Minhas saudações.
    António Batalha.
    http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

    ResponderExcluir