http://igbavitoria.blogspot.com.br/

domingo, 8 de setembro de 2013

ESTUDO BÍBLICO

QUANDO O MEDO ATACAR O CRENTE
Texto: Salmo 56:1-13
Confiança em Deus na angústia
Ao regente do coro: segundo a melodia “Uma Pomba em Carvalhos Longínquos”.
Hino de Davi, quando os filisteus estavam para prendê-lo em Gate.
56 Tem piedade de mim, ó Deus! Porquanto há pessoas que me afligem. Eles me atacam e me oprimem sem trégua.
2 Esses caluniadores me agridem sem parar; muitos se insurgem arrogantemente contra mim.
3 Todavia, quando o medo me atacar, confiarei em ti!
4 Em Deus, cuja Palavra eu louvo, em Deus, eu deposito toda a minha confiança, e nada temerei. O que poderá fazer-me o simples mortal?
5 Todo dia, escarnecem de minhas palavras; seus pensamentos são todos contra mim, para o mal.
6 Eles iniciam as hostilidades, espiam-me, vigiando meus passos. Porque atentaram contra a minha vida,
7 deixa-os escapar para a desgraça, derruba essa gente, ó Deus, em tua ira!
8 Tu mesmo anotaste o meu lamento; recolhe em teu odre as minhas lágrimas! Ora, acaso não registras tudo em teu Livro?
9 Meus inimigos baterão em retirada no dia em que eu clamar por socorro. E assim ficará claro que Deus está a meu favor!
10 Em Deus, cuja Palavra eu exalto – no SENHOR, cuja Palavra eu proclamo –
11 neste Deus, deposito toda a minha fé, e nada temerei: o que poderá fazer-me o ser humano?
12 Assumo, ó Deus, os votos que te fiz; a Ti apresentarei as minhas ofertas de gratidão.
13 Porquanto me livraste da morte e os meus pés de tropeçarem, a fim de que eu caminhe diante de Deus, na luz que ilumina os vivos!3  - King James
INTRODUÇÃO
Este salmo foi composto nas mesmas circunstâncias do salmo 34. 
Davi estava diante de dois grandes perigos para a sua vida: Poderia ser assassinado pelo rei Saul que o perseguia para matá-lo, e Aquis, o grande líder de Gate, onde Davi estava refugiado. Era uma situação para, humanamente, criar muito medo.
Davi, perseguido pelo rei Saul e quase em desespero, cruzou a fronteira e refugiou-se em Gate, cidade de Golias, entre os filisteus.
Logo foi reconhecido, e, diante do medo fingiu-se estar louco (I Samuel 21), mas o seu coração estava fixo em Deus.
Até parecem contraditórias as ações de Davi no contexto, mas aqui temos um exemplo de verdadeira fé, esperança e segurança em Deus: “No meio do terror, fingindo loucura, Davi compôs alguns salmos de confiança e dependência ao Deus, no qual ele cria!”
É um salmo, segundo a melodia “Uma Pomba em Carvalhos Longínquos”, porque quando foi preso pelos filisteus em Gate, ele era como um pombo nas mãos de estranhos. Spurgeon.
Quando Davi escapou dessa prisão, ele registrou neste salmo a sua gratidão a Deus. Spurgeon.
Neste texto Davi registra os procedimentos do crente, quando o medo o atacar.
1. QUANDO O MEDO ATACAR, EM ORAÇÃO O CRENTE DEVE BUSCAR A DEUS E CONFIAR NELE. (2-9)
Aprendemos com Davi, homem de Deus (Neemias 12:24,36), que os temores são comuns a todos os homens, até aos bons servos de Deus.
Há meios impróprios e ineficazes, que muitas vezes usamos, mas eles não podem remover o medo nem o perigo.
Há um só método bíblico que pode remover tanto o medo quanto o perigo: É o crente, com confiança absoluta buscar a Deus em oração.
O texto enfatiza que, devemos depositar a nossa confiança em Deus (4) e,   isso significa:
“Não permitir que, o temor gere  a depressão em quaisquer situações em nossa vida!”
O crente deve sempre, esperar que de Deus venha a solução que busca.
1.1- Em oração precisamos confiar na palavra e promessas de Deus. (3-4, 10)
Muitas situações malignas de medo e terror são produzidas por homens ímpios e cruéis.
Mas aprendemos na Bíblia que, a confiança em Deus vence todo o medo e temor.
1.2- Em oração precisamos Confiar na Onipresença de Deus em nossas vidas. “Estou bem certo de que Deus está do meu lado!” (9b)
Com relação a essa verdade, quando temos a nossa vida nas mãos de  Deus, precisamos ter algumas convicções:
  • Deus está conosco!
  • Quando permitimos Deus lutar lado a lado conosco, as adversidades e os inimigos são vencidos. (9a)
  • Deus está conosco para nos favorecer. (9b)

1.3- Em oração precisamos confiar na ajuda de Deus. “No dia em que eu pedir a sua ajuda, os meus inimigos fugirão!” (9ª)
Só em Deus existem os alicerces nos quais podemos confiar:
  1. As Suas promessas, como disse Paulo: “Porque quantas são as promessas de Deus, tantas têm nele o sim...!” II cor. 1:20
  2. Só em Deus existem os atributos, nos quais devemos confiar:

  • Sua onipotência!
  • Sua sabedoria!
  • Sua justiça!
  • Seu amor leal!
  • Suficiência completa.

Diante de todos os perigos Davi tem uma convicção: Nada temerei” (4) É possível que esteja refletindo no que ele mesmo escreveu no salmo 23, pensando no “vale da sombra da morte” e na sua profundidade.
Davi confia na presença e ajuda  de Deus e, tem convicção de que “nenhuma lágrima de um servo de Deus cai sem Deus ver e contemplá-la!”
As lágrimas da mulher pecadora, com as quais lavara os pés de Jesus Cristo, foram ignoradas por pessoas presentes ali, mas valorizadas por Cristo. (Luc. 7:38,44)
Gotas de água são transformadas em lindos arco-íris, e da mesma maneira Deus pode transformar gotas de lágrimas em cânticos de vitórias e alegrias.
Em momentos dificílimos do povo de Israel, Deus envia boas novas, contendo a promessa: “Em lugar da vossa vergonha, tereis dupla honra; em lugar da afronta, exultareis na vossa herança; por isso, na vossa terra possuireis o dobro e tereis perpétua alegria!” Isaías 61:7;
Os versículos 12-13 neste salmo exaltam a fé verdadeira em Deus.
Ele está orando a Deus, pedindo socorro, mas crendo que a vitória já é certa. (13)
2. QUANDO O MEDO ATACAR, O CRENTE DEVE CONFIAR NA ONISCIÊNCIA DE DEUS. (8)
Confiar na onisciência de Deus, é saber que,  Ele conhece tudo acerca do homem e cuida dos seus servos.
Alicerçamos a nossa fé em algumas convicções para confiar:
  • Deus nos conhece e sabe quando estamos andando “sem rumo”.
  • Deus está recolhendo num “jarro” as nossas lágrimas.(8) Bíblia Viva
  • Deus não se esquece das nossas lágrimas, porque Ele as está registrando em Seu livro. (8)
  • Quando o servo de Deus ora, as adversidades e  os inimigos são vencidos. (9a)
  • Deus é pelos seus servos. (9b)

Deus sonda os nossos corações e conhece as nossas intenções, os nossos conflitos e necessidades.
Dentro da Sua onisciência, Deus com todo o Seu amor, trabalha pelo crente em momentos de crises.
“Deus é pelo crente. A cruz de Cristo é a maior prova, as Escrituras Sagradas  a maior revelação, e o Espírito Santo a grande e definitiva confirmação dessa verdade!” King James
3. QUANDO O MEDO ATACAR, O CRENTE DEVE CONFIAR NA SOBERANIA DE DEUS. (13)
Não há motivos para um servo de Deus agir no poder da carne, sem a aprovação de Deus: “...Não por força nem por poder, mas pelo meu Espírito, diz o Senhor dos Exércitos!” Zacarias 4:6
O servo de Deus há que reconhecer que, do pecado há vitória. Mas, para quem age iniquamente, não há vitória alguma. (9)
A graça divina oferece a vitória sobre o pecado, mas a justiça divina impede vitórias por meios pecaminosos.
Quando o medo atacar, o servo de Deus precisa ter convicção que “Deus é soberano sobre tudo o que acontece em sua vida!”
Deus é Soberano, por ser Ele   o Criador, o Senhor, o Sustentador,  e Preservador de todos aqueles que o buscam.
Não há motivos para ter medo e sofrer terror.
CONCLUSÃO
Em todo o planeta os cristãos não têm uma Organização dos Direitos Humanos, para defendê-los, mas podem refugiar-se em Deus. Nele há o socorro certo!
O medo pode atacar, até mesmo  bons servos de Deus. Cristo disse aos seus discípulos: “No mundo passais por aflições, mas tende bom ânimo, porque eu venci o mundo!” João 16:33
Situações podem causar  perigo e  medo que, podem ser paralisantes, mas confiando no Senhor e em sua Palavra, essa fé  dá forças e  liberdade de agir e ver as maravilhas de Deus!
O que afasta o medo e a insegurança, é a fé em Deus e em Sua  Palavra! (vv.3,4)
Uma nota importante no texto é que, Davi deve ser para nós um exemplo, pois, diante da vitória contra os seus inimigos, ele assegura que, cumprirá os votos de louvor a Deus, andando sempre em Sua presença. (13)
As igrejas estão cheias de crentes que recebem bênçãos e mais bênçãos de Deus todos os dias e quanto mais são abençoados, mais são descomprometidos com a fidelidade a Deus. Acham que Deus merece só alguma parte de suas vidas.
Deus abençoa os seus em todas as áreas de suas vidas. Porque querer dar a Deus somente algumas partes da vida e serem infiéis em tantas outras?
Não podemos fazer como os nove dos dez leprosos curados por Jesus Cristo, que queriam somente a bênção de Cristo e nenhum compromisso com Ele.
Devemos querer as bênçãos de Deus, mas, também, o Deus das bênçãos em toda a sua totalidade: “Agrada-te, também, ao SENHOR, e Ele concederá o que deseja o teu coração!” Salmo 37:4
       
Pr. José das Graças Silva Oliveira
           




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário